BahiaBelmonteBrasilCabráliaCamacanEunápolisGuaratingaInternacionalItabelaItabunaItagimirimItamarajuItapebiPorto SeguroTeixeira de Freitas
Por: Gutemberg Stolze
21/02/2017 - 23:11:01

 

 

Depois de varias reuniões com debates e negociações sobre o pagamento dos servidores públicos da educação, referente ao mês de dezembro de 2016, deixado em atraso pelo ex-gestor Kenoel Viana, a atual prefeita Christine Pinto, firmou na manhã desta segunda-feira (20), um compromisso junto a coordenação sindical da APLB, que garante a quitação da divida do município. Além de dezembro de 2016, outras demandas dos professores também serão atendidas com o pagamento retroativo do reajuste do piso salarial de 7,54% a todos os profissionais da educação, bem como, a atualização do novo piso nos próximos pagamentos e o complemento salarial aos profissionais com regime integral de 40 horas, que não tinham recebido corretamente o seus proventos referente ao 1/3 de férias.

 

Por volta das 08:00h da manhã, Christine, o representante do jurídico da prefeitura Dr° Anderson Cruz e o chefe do RH Derivaldo Mendes estiveram na sede do Sindicato dos professores, onde se reuniram com a coordenação sindical a fim de anunciar medidas para garantir  a normalidade no setor educacional do Município. Como as propostas dos sindicalistas foram aceitas pela prefeita, ficou certo que o pagamento do mês de dezembro de 2016 dos 60% vai ser pago em 12 vezes, sendo que serão pagas 6 parcelas dentro do ano de 2017 e outras 6 no ano de 2018, obedecendo os critérios formulados pelo sindicato, que será der pagar por grupos de funcionários.

 

Já os funcionários dos 40% da folha, receberão integralmente os seus pagamentos em atraso junto com os proventos do mês de fevereiro de 17. O reajuste do piso que não havia sido pago, pois estava em fase de analise pelo jurídico da prefeitura, será normalizado ainda em fevereiro e o retroativo de janeiro 2017 será pago em março de 2017, normalizando a situação. Quanto aos pagamentos de alguns funcionários com regime de trabalho de 40 horas, referente ao mês de janeiro, que tiveram falhas nos salários, estes serão complementados também no pagamento do mês de fevereiro de 17. A prefeita justificou que a falha no pagamento desses servidores se deu por conta de um erro na folha encaminhada ao banco.

 

Ainda durante o encontro, demonstrando total transparência com a "maquina pública", a prefeita entregou nas mãos do coordenador Orlandi Pereira, copia da folha de pagamento salarial da educação referente ao mês de janeiro de 2017, o que foi considerado pelo coordenador, como sendo, mais uma conquista para a categoria. A prefeita destacou a importância da parceria com os sindicatos e mediante a isso, reafirmou o compromisso de fazer uma gestão transparente e com respeito a todas as classes sindicais. "Não vejo nenhum problema em mostrar o que fazemos, até mesmo porque temos o compromisso de fazer o que é certo e dentro da lei, sendo assim, peço ainda a colaboração das forças sindicais para nos ajudar a fazer uma Guaratinga melhor em todos os setores públicos". Disse a prefeita.

 

Depois da reunião com os coordenadores, as propostas foram discutidas na assembleia da categoria, que não fez objeções, já que a resposta da prefeitura atende todas as demandas dos servidores da educação. O representante do jurídico do município, dr° Anderson Cruz acompanhou a assembleia e no momento oportuno, parabenizou os servidores pela categórica linha de discursão e em nome da prefeita ele agradeceu pela paciência e compreensão de todos, diante da dificuldade financeira em que se encontra a prefeitura de Guaratinga.

 

Orlandi também enfatizou a postura da prefeita Christine Pinto, que segundo ele, tem sido importante nas discussões, dessa forma passando segurança ao funcionalismo público que anda carente dessa personalidade moral e ética. "Tenho percebido a seriedade na fala e no olhar da prefeita, que demonstra uma vontade enorme em querer resolver os problemas da educação no município. Não tenho duvidas que da forma em que Ela vem agindo, com seriedade e transparência, a educação poderá passar por mudanças importantes". Disse o coordenador da APLB.

 

 

 

 

Fonte: Guarananet - Estevão Silva

Por Gutemberg Stolze - Imprensananet.com

Deixe seu comentário:

Copyright © 2014 Imprensananet - Todos os direitos reservados.
73 99913-8628 (vivo) / 98823-9662 (Oi) / 98155-2730 (Claro/WhatsApp) | contato@imprensananet.com