BahiaBelmonteBrasilCabráliaCamacanEunápolisGuaratingaInternacionalItabelaItabunaItagimirimItamarajuItapebiPorto SeguroTeixeira de Freitas
Por: Gutemberg Stolze
22/12/2018 - 23:56:37

 

 

O Real Madrid é pela terceira vez seguida, a sétima na história, o campeão do mundo. Dois brasileiros selaram a vitória por 4 a 1 sobre o Al Ain, neste sábado: Vinicius Junior saiu do banco nos minutos finais e aproveitou lançamento de Marcelo, vendo a bola que chutou ser desviada em gol contra de Yahia Nader. Antes, Modric encerrou o jejum que durava desde a Copa e abriu o placar. Llorente e Sergio Ramos ampliaram, e Tsukasa Shiotani descontou para os anfitriões.

 

MELHOR DO MUNDO DECISIVO

 

O último gol de Modric com a camisa do Real tinha sido na goleada por 7 a 1 sobre o La Coruña... em janeiro, quando ele nem devia sonhar terminar o ano como melhor do mundo. Depois, fez outros dois pela Croácia na Copa, contra Nigéria e Argentina. Já Llorente, que ganhou espaço no elenco com a lesão de Casemiro, balançou as redes pela primeira vez desde que subiu para o profissional. E foi em grande estilo...

 

 

SEGUNDO TEMPO

 

A situação não mudou muito na volta do vestiário. Khalide Eisa defendeu um complicado chute rasteiro Benzema aos 18. No minuto seguinte, não teve o que fazer. Marcos Llorente aproveitou a sobra de escanteio e encaixou um chute de primeira daqueles para encontrar o fundo das redes.

 

 

O terceiro saiu aos 33, quando Sergio Ramos aproveitou cobrança de escanteio para mandar uma cabeçada fatal e decretar o título. Aos 40, Shiotani aproveitou cobrança de falta de Caio na área e desviou de cabeça para descontar o placar e fazer a alegria da torcida. Com o título encaminhado, Vinicius Junior ainda teve tempo de brilhar. Ele arrancou pela esquerda, invadiu a área e arriscou, a bola bateu em Yahia e morreu no fundo da rede.

 

BRASILEIROS CAMPEÕES DO MUNDO

 

Assim como na semifinal, Marcelo foi o brasileiro titular do lado do Real e, desta vez, não brilhou como há três dias – ainda deu uma bobeira no início que só não virou por conta de ação providencial de Sergio Ramos. Casemiro, já tinha entrado contra o Kashima, e Vinicius entraram nos minutos finais. O brasileiro foi a campo aos 37 e, na melhor jogada, arrancou pela esquerda, invadiu a área e mandou para o fundo das redes aos 45.

 

DO LADO DO TIME DA CASA

 

Eleito destaque do jogo tanto na estreia do Al Ain quanto na semifinal contra o River, o goleirão Khalid Eisa volta a brilhar. Foram, ao menos, quatro grandes defesas que impediram um placar mais elástico. Já o brasileiro Caio Lucas, um dos destaques da equipe, teve um gol anulado no primeiro tempo, parou em boa defesa de Courtois no segundo e teve boa atuação.

 

 

Fonte: G1 

Por - Gutemberg Stolze / Imprensnanet.com

Deixe seu comentário:

Copyright © 2014 Imprensananet - Todos os direitos reservados.
73 99913-8628 (vivo) / 98823-9662 (Oi) / 98155-2730 (Claro/WhatsApp) | contato@imprensananet.com